Alguém bate à porta.



Ele está batendo à porta. Será ele mesmo? Espio pelo buraco da fechadura e observo do outro lado, e lá está ele arrumado com seus cabelos em gel, um sorriso nervoso, um terno branco e um bouquet de rosas vermelhas e brancas na mão. Mais clichê que isso somente se fosse um bouquet de rosas unicamente vermelhas, mas ele sabe que as rosas vermelhas sozinhas significam paixão e que elas misturadas às brancas significam união e amor puro.

I never thought that you would be the one that to hold my heart, but you came aroud and you knocked me off the ground from the start.

E então ele vem e aparece assim, quase como quem não quer nada, e bate à minha porta num simples gesto de "Deixe-me entrar no seu coração" e eu com a porta trancada pro mundo inteiro. Nem as palavras mais doces me fariam recolocar a chave na fechadura, mas esses olhos.. Esses olhos de quem também ja sofreu e que, se olhar bem ao fundo, é possível ainda enxergar pequenas cicatrizes na alma. Então eu tiro a chave do bolso e a observo, e continuo observando só pra fazer suspense. E por que não tentar? Algumas cicatrizes a mais significariam uma nova história para minha coleção, então entre. Entre porque espero o melhor, entre porque eu acredito, entre porque a verdade é que todos um dia vão te machucar e cabe a você decidir por quem vale a pena sofrer. Então entre.

How can I love when I'm afraid to fall, but watching you stand alone all of my doubt suddenly goes away somehow.

Você, então, vem caminhando e eu novamente lhe paro à porta. Preciso saber que você sabe exatamente onde está entrando. Sou um campo minado, sou confusa e me perco em meus próprios sentimentos mais rápido do que posso sequer saber que estou sentindo. Sou dessas que não precisa de muito, mas quero um pouquinho sempre. Eu prometo dar tanto carinho quanto receber, e mais, e sempre, e sempre mais.

The world is coming down on me, and I can't find a reason to be loved. I never wanna leave you.


Que seja por nossa conta em risco. Somos donos dos nossos próprios atos e unicamente culpados pelas consequências. Vamos curar nossos corações juntos e fazer nossas próprias marcas. Vamos viver e experimentar cada detalhe de forma única, vamos criar e brincar à nossa maneira. Que dure um dia ou uma vida inteira, mas que tenhamos a certeza de ter tentado e a certeza de que seja aquilo que realmente queremos.

One setp closer.






Superando aquele que maltrata o coração.

[Ao som de Christina Perri - Jar of Hearts]

Vou enfim publicar esse post sobre um assunto que a tempos queria falar, mas me faltava inspiração pra isso. Acho que todos nós já passamos por um relacionamento que teve um fim, certo? Certíssimo! Então resolvi falar sobre como superar. Não existe fórmula certa pra isso, mas vou tentar falar de amiga pra amiga. Sim, esse post também vai ser mais direcionado para mulheres, mas eu adoraria saber a opinião de vocês homens sobre o assunto. Pois então lá vai.

1- Você está em um relacionamento maravilhoso e as coisas começam a sair do eixo, vocês ainda se gostam muito mas acabam terminando sem chance de reatar. 2- Algum dos dois vacilou e se arrependeu, mas a relação não foi mais a mesma. Decidiram (ou uma das partes decidiu) terminar a relação antes que alguém se machucasse mais. 3- Ele achava que não estava mais dando certo e resolveu terminar, simplesmente. 4- O namoro acabou por qualquer outro motivo que aqui não foi mencionado e você está sofrendo. Ponto.

Parece que colocaram a mão dentro do seu peito e estão apertando seu coração com toda a força do mundo, né? Parece que o chão sumiu e a única coisa que você consegue fazer é ficar largada na cama chorando. É querida, isso acontece com todas nós... Falo como uma garota que já passou por dois relacionamentos horríveis, e que já aprendeu quase todas as lições que o coração tinha para aprender.

Digamos que um relacionamento me fez gostar tanto ao ponto de eu pensar "Por que diabos eu gosto dele?", e foi quando percebi o quanto ele me fazia mais mal que bem. Aí foi quando eu fiquei durona, desacreditada que pudesse existir uma relação de verdade entre homem e mulher. Que tudo é uma questão de troca de favores. Então chegou o outro, e o outro era um caso antigo que resolvi dar uma segunda chance. Aaahh... o outro foi mal mesmo, foi ruim. Esse chegou cheio de papo e depois largou de mão. Era sapo de lagoa que fingia ser príncipe disfarçado, só pra conseguir o beijo da princesa. Sabe quando alguém passa anos pedindo uma oportunidade, aí você dá e essa pessoa joga fora? Pois é. Mas eu já estava preparada caso o pior estivesse por vir. E eu enfrentei tudo como uma grande mulher que sou. Dessa vez sem lágrimas, sem sentimento de culpa roubada, sem a sensação do tipo "Será que a culpa foi minha?". Nada.

Eu sei que às vezes da vontade de se trancar no quarto e cair aos prantos. É, eu sei, todas sabemos. Então vá ao banheiro mais perto, e chore. Chore lavando toda a sua alma, mas chore silenciosamente. E quando parar de chorar vá até a pia mais próxima, lave o seu rosto, seque-o e passe o pó compacto na cara. Depois suba no salto e saia de cabeça erguida, pois isso é ser mulher. É estar com o maior dos problemas e mesmo assim parece ser a muralha mais forte de mundo.

Às vezes quando terminamos uma relação achamos que temos que entrar numa espécia de "luto", ou sei la. Garota, vai pra festa! Vai e dança muito! Coloca a melhor roupa, o melhor sapato, faz a melhor make e ARRASA! Sem pressão demais, não espere encontrar o seu próximo namorado ali. Só vá curtir, entende? Vai pra um lugar com música alta pra você não entender a letra, não beba demais pra não acabar chorando pelos cantos e/ou ligando pro bofe. E se você esbarrar com ele no local SORRIA! Não um sorrio do tipo "Ai meu Deus, vem dizer que me ama e me da um beijo", mas sim um sorriso cordial e que aparente uma certa felicidade. Quando você finalmente perceber que é facilmente capaz de sobreviver sem aquela pessoa, tudo dará certo. Pare com a mania de pensar nos momentos bons, lembre-se que se vocês chegaram a essa situação é porque os momentos ruins estavam mais presentes na vida do casal. É tudo uma questão de escolher que caminho seguir.


Aviso importante: POR FAVOR, PELO AMOR QUE VOCÊ TEM AOS SEUS PAIS OU AO SEU CACHORRO OU QUALQUER COISA QUE VOCÊ AME NA VIDA, NUUUUUNCA SE TORNE UMA LOUCA OBCECADA PELO EX! Eu conheço vários casos em que a menina simplesmente pirou e  ficou igual louca atrás do cara! E lhe dou 100% de certeza de que isso NUNCA vai dar certo! Essa história de ligar e não falar nada e só ficar respirando no telefone enquanto a outra pessoa fala "Alô? Alô? Fulana é você? Fulana, para com isso!" nunca vai fazer ele te querer de novo! Se bem que quem costuma fazer isso são os homens... ou sei la. Enfim, NINGUÉM EM SÃ CONSCIÊNCIA FAZ ISSO OK? Não é romântico, nem muito menos fofo ou meigo!

~ respira ~

Então, quando você decidir finalmente seguir em frente e esquecer o ex, se dê ao prazer de conhecer novas pessoas, novos beijos, novos braços, novos abraços. Vá a um barzinho, beba e paquere. Existem caras muito mais legais por aê ;)


Ah, e se nada der certo compre um pote de nutella, afogue as mágoas e seja feliz.


Beijinhos, @saracarvalho_

O que for pra vir, vem.


A vida vai mudando, as amizades fracas vão se desfazendo, as fortes lutam contra a distância. Com o tempo você percebe quem são seus amigos verdadeiros, quem você pode passar um mês sem ao menos conversar nem pela internet, mas em uma simples ligação parece que o tempo não passou. Com o tempo você passa a enxergar melhor quem está contra você, quem sorri na sua frente e te apunha-la pelas costas. O que você deve fazer nessa situação é simplesmente "nada". Deixa, deixa passar. Tudo tem um propósito, e o propósito daquela pessoa não é afastar você do seu grande amigo, mas sim desprender do seu coração a amizade fraca que ali se mantém como um galho velho, podre. Então aceite as mudanças, sorria pra elas, não confie em qualquer pessoa, não prometa aquilo que não poderá cumprir. E ame. Mesmo que doa, machuque, faça mal. 
Trate com carinho mesmo quem te trata como opção, sempre.

Moderadoras

Moderadoras
Sara Carvalho

Isabella Carolina
Tecnologia do Blogger.

Populares

Seguidores