Jar of Hearts

Acordei com minha velha amiga ressaca, ressaca da vida. Coloquei o celular no silencioso e embaixo da almofada, assim não sou incomodada pelo seu toque nem sinto ele vibrando. A ressaca é forte, acordei com aquele embrulho no estômago, mas sem dor de cabeça, pois a consciência está limpa. Não, não fiz besteiras dessa vez, ao contrário.



Levantei, peguei o celular, joguei no outro canto. Não quero ele perto de mim o resto desse dia, quem quiser falar comigo terá que fazer melhor que somente me ligar. Hoje estou somente pros amigos. Só os amigos. Sabe o que é mais estranho de tudo? Não há dor, só o embrulho do estômago. Posso sentir que a partir de ontem tudo vai ser diferente.

Tenho palavras presas na garganta, lágrimas guardadas em um recipiente lacrado, sentimentos que finalmente foram embora e outros que lentamente pousaram. Perdão para quem não admite um erro? Eu não aprendo mesmo.. Insisto em dar uma segunda chance, terceira, quarta.. Ja me feri tantas vezes que meu coração parece um soldado de guerra retornando do combate. Antes somente batalhas eram vencidas, mas ontem foi o fim da guerra. Podíamos ter lutado juntos, ter mudado o mundo inteiro, mas a fraqueza foi a característica mais forte dessa relação. Obrigada pela cicatriz, obrigada por me deixar mais forte, obrigada por dar o último empurrão que faltava para eu seguir em frente, finalmente.

Eu sei que você voltará, você sempre volta não é mesmo. E eu sempre fugindo. Sabe por que você volta? Porque eu consigo extrair de você o melhor que tem no seu coração e fazê-lo se sentir único. Sabe por que eu sempre fujo? Porque você sempre erra. E como resposta ao que você me disse naquela noite "Você foi a melhor coisa que me aconteceu", eu só posso lhe dizer de cabeça erguida e clareza na voz "Agora chega".

Quando me encontrar daqui a uma semana, ou um mês, finja que nada aconteceu. E quando eu digo "nada" me refiro a "nós". Finja que ainda há respeito entre a gente, finja que você é apenas um velho conhecido. Não me julgue se souber de algum ato meu que não for do seu agrado, pare de esperar que eu tome sempre as decisões certas.

Mais tarde vou sair, pegar um ar. Cada um administra a dor ao seu modo, eu administro a minha vivendo.

2 comentários:

  1. Nada com um dia depois da #chezta

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  2. Sou tão óbvia assim? hahahah Nada melhor que uma boa chezta pra esclarecer as coisas, muita verdade.

    ResponderExcluir

Moderadoras

Moderadoras
Sara Carvalho

Isabella Carolina
Tecnologia do Blogger.

Populares

Seguidores